Conservação preventiva em acervos bibliográficos da Biblioteca Mário de Andrade

  • Luciano Araujo Monteiro Mestrado Acadêmico em História - Unifesp (cursando); Pós-graduação em Gestão Pública - Unifesp (cursando); Assistente de Gestão e Políticas Públicas - AHM
Palavras-chave: Higienização. Conservação Preventiva. Condições Ambientais.

Resumo

O objetivo deste estudo é expor conceitos teóricos da conservação preventiva, apresentando sua importância na proteção de acervos bibliográficos, exponho a experiência que tive como higienizador de documentos, intervindo em obras da Biblioteca Municipal Mário de Andrade (BMA), em 2014.  A metodologia de pesquisa é composta por conhecimento obtido em curso de formação (realizado no Arquivo Público do Estado de São Paulo), estabelecendo conexão com autores contemporâneos que problematizam a ciência conhecida por conservação preventiva, usando iconografia que ilustra os processos biodeteriorativos. Ao experienciar o ofício de higienizador, foi perceptível o quanto é importante monitorar e manter as condições ambientais das áreas de guarda do acervo, que podem contribuir para a preservação ou para a deterioração de obras e, consequentemente, da informação. Também se torna imperativa a sensibilização de colaboradores de todos os setores de uma instituição, para que haja a efetiva preservação de bens públicos, bibliográficos ou não.

Biografia do Autor

Luciano Araujo Monteiro, Mestrado Acadêmico em História - Unifesp (cursando); Pós-graduação em Gestão Pública - Unifesp (cursando); Assistente de Gestão e Políticas Públicas - AHM
Assistente de Gestão e Políticas Públicas - AHM

Referências

ABER. Código de Ética do Conservador - Restaurador. 2013.

Disponível em: http://aber.org.br/img/codigo_de_etica_2013.pdf

Acesso: 20/09/2017

BERGUER, Sandro Trescastro. Cultura e Mudança Organizacional. Especialização em Gestão Pública. PNAP. UFSC. 2014

Disponível em: https://gp3.uab.unifesp.br/mod/resource/view.php?id=319

Acesso: 08/08/2018

CASSARES, Norma; MOI, Claúdia. Como Fazer Conservação Preventiva em Arquivos e Bibliotecas. Arquivo do Estado/Imprensa Oficial. São Paulo. 2000.

Disponível em: http://www.arqsp.org.br/arquivos/oficinas_colecao_como_fazer/cf5.pdf

Acesso: 20/09/2017

COSTA, Marilene Fragas. Noções Básicas de Conservação Preventiva de Documentos. FIOCRUZ/CICT. Rio de Janeiro. 2003.

GENTILE, Rogério. Biblioteca Mário de Andrade fica sem climatização após infecção por fungos. Folha de S. Paulo. São Paulo. 27 set. 2017, Ilustrada, s/p.

Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2017/09/1922087-falta-de-climatizacao-na-biblioteca-mario-de-andrade-danifica-seus-livros.shtml (acesso: 16 ago 2018)

SÃO PAULO. Biblioteca Mário de Andrade. Relatório de Gestão: 2013 - 2016.

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/arquivos/gestao-2013-2016-1.pdf

(acesso: 16 ago 2018)

Publicado
2021-06-07
Como Citar
Monteiro, L. A. (2021). Conservação preventiva em acervos bibliográficos da Biblioteca Mário de Andrade. Multitemas, 26(63). https://doi.org/10.20435/multi.v26i63.2345