Práticas de redução do desperdício de alimentos: o caso de um projeto social em Santarém, Pará

Palavras-chave: Doação de alimentos, feira tradicional, produção agrícola, Amazônia

Resumo

Neste artigo, estudamos a experiência do Programa Mesa Brasil (SESC) na cidade de Santarém, Pará, no que tange à doação de alimentos por feirantes da Feira Mercadão 2000. A deterioração dos produtos foi o principal critério de seleção do alimento a ser doado pelos feirantes. Em seis meses de observação, foram doados 34.513 kg de alimentos. O Programa Mesa Brasil se apresenta como iniciativa promissora ao reaproveitamento de alimentos, atendendo a mais de 21.000 pessoas nesta cidade. Os resultados encontrados neste trabalho apontam a importância da sensibilização dos feirantes e da sociedade em geral quanto ao desperdício de alimentos, por meio de ações individuais ou coletivas.      

Biografia do Autor

Ana Mirelle Almeida Cardoso
Engenheira Florestal pela Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).
Thiago Almeida Vieira, Universidade Federal do Oeste do Pará

Doutor em Ciências Agrárias. Docente do curso de doutorado em Sociedade, Natureza e Desenvolvimento e do mestrado em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Referências

ASCHEMANN-WITZEL, J.; HOOGE, I.; AMANI, P.; BECH-LARSEN, T.; OOSTINDJER, M. Consumer-Related Food Waste: causes and Potential for Action. Sustainability, v. 7, p. 6457-77, 2015.

AZEVÊDO, A. S. C. O mercadão 2000 sob a óptica ambiental de seus vendedores, Santarém. Em Foco, Santarém, v. 11, n. 21, 2014.

BAPTISTELLA, C. S. L; COELHO, P. J; CASER, D. V. A cultura do limão no estado de São Paulo, 2009-2013, SP. Informações Econômicas, São Paulo, v. 44, n. 3, 2014.

BELIK, W.; CUNHA, A. R. A. A; COSTA, L. A. Crise dos alimentos e estratégias para a redução de desperdício no contexto de uma política de segurança alimentar e nutricional no Brasil. Planejamento e políticas públicas, Brasília, n. 38, p. 107-32, 2012.

BRASIL. Senado Federal. Doação de alimentos pode render benefícios fiscais a empresas. Brasília-DF, 2016. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2016/11/10/doacao-de-alimentos-pode-render-beneficios-fiscais-a-empresas. Acesso em: 22 abr. 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Alimentos regionais brasileiros. Brasília: MS, 2002. 141 p.

CÂMARA, R. H. Análise de conteúdo: da teoria à prática em pesquisas sociais aplicadas às organizações. Gerais - Revista Interinstitucional de Psicologia, v. 6, n. 2, p. 179-91, 2013.

CARPENTIERI-PÍPOLO, V.; NEVES, C. S. V. J.; BRUEL, D. C.; SOUZA, S. G. H.; GARBÚGLIO, D. D. Frutificação e desenvolvimento de frutos de aceroleira no Norte do Paraná. Ciência Rural, Santa Maria, v. 38, n. 7, p. 1871-76, 2008.

COSTA, C. C.; GUILHOTO, J. J. M.; BURNQUIST, H. L. Impactos socioeconômicos de reduções nas perdas pós-colheita de produtos agrícolas no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 53, n. 3, p. 395-408, 2015.

COUTO, M. A. L; CANNIATTI-BRAZACA, S. G. Quantificação de vitamina C e capacidade antioxidante de variedades cítricas. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 30, n. 1, p. 15-19, 2010.

DALEGRAVE, J.; PHILERENO, D. C.; BASSOTTI, E. N. O desperdício de alimentos: um estudo de caso na Ceasa Serra RS. In: CONGRESSO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FSG, 3., Caxias do Sul, 15-17 set. 2015. Anais [...]. Caxias do Sul: FSG, 2015. p. 706-28.

EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Sistema de Produção de Banana para o Estado do Pará. 2ª Ed. Belém: Embrapa, 2014. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/1002115/1/SistemaProducaoBanana.pdf. Acesso em: 13 maio 2019.

HALL, K. D.; GUO, J.; DORE, M.; CHOW, C. C. The progressive increase of food waste in America and its environmental impact. PLoS ONE, v. 4, n. 11, e7940, 2009.

HOLANDA, R. O.; RODRIGUES, M. E.; SANTOS, A. G. P. Gerenciamento dos resíduos sólidos na Feira do Mercadão 2.000, em Santarém-PA. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO AMBIENTAL, 8., Campo Grande, MS Anais [...]. 2017, p. 1-4.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa de orçamentos familiares. Rio de Janeiro: IBGE, 2008.

KOLLER, O. L. Citricultura catarinense. Florianópolis: Epagri, 2013. 319 p.

LOPES, E. B.; ALBUQUERQUE, I. C.; MOURA, F. T. Perfil da citricultura de Matinhas, PB, visando ao mercado nacional. Tecnologia & Ciência Agropecuária, João Pessoa, v. 1, n. 1, p. 1-7, 2007.

LOPEZ, M. B.; RODRIGUES, A. M. Safra. 2014. Disponível em: https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://ftp.medicina.ufmg.br/omenu/safra_26_09_2014.pdf. Acesso em: 8 fev. 2018.

MARCHETTO, A. M. P.; ATAIDE, H. H.; MASSON, M. L. F.; PELIZER, L. H.; PEREIRA, C. H. C.; SENDÃO, M. C. Avaliação das partes desperdiçadas de alimentos no setor de Hortifruti visando seu reaproveitamento. Revista Simbio-Logias, v. 1, n. 2, p. 1-14, 2008.

MORAIS, L. B.; GUEDES, E. B.; CARDOSO, C. F. Feiras livres: espacialidade e temporalidade da reprodução camponesa. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE GEOGRAFIA AGRÁRIA, 8., SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOGRAFIA AGRÁRIA, 9., Anais [...]. Curitiba: UFPR, 2017, p. 1-14.

NELLEMANN, C.; MACDEVETTE, M.; MANDERS, T.; EICKHOUT, B.; SVIHUS, B.; PRINS, A. G.; KALTENBORN, B. P. (Ed.). The environmental food crisis – the environment’s role in averting future food crises. Arendal: UNEP, 2009. 103 p.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Fatos sobre alimentação - Rio+20. Rio de Janeiro: ONU, 2012. Disponível em: http://www.onu.org.br/rio20/alimentacao.pdf. Acesso em: 7 mar. 2018.

PASSOS, C. D.; PASSOS, E. E. M.; ARAGÃO, W. M. Comportamento fenológico do coqueiro anão verde nos Tabuleiros Costeiros de Sergipe. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 5, p. 393-5, 2007.

PRILL, M. A. S.; NEVES, L. C.; TOSIN, J. M.; CHAGAS, E. A. Atmosfera modificada e controle de etileno para bananas ‘prata-anã’ cultivadas na Amazônia setentrional brasileira. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 34, n. 4, p. 990-1003, 2012.

PRIM, M. B. S. Análise do desperdício de partes vegetais consumíveis. 2003. 117 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2003.

RIGOTTI, M. Cultura do Mamoeiro. Embrapa, 2009. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/128280/1/PLANTAR-Mamuo-ed03-2009.pdf. Acesso em: 21 fev. 2018.

RITZINGER, R.; RITZINGER, C. H. S. P. Cultivo tropical de fruteiras: acerola. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, v. 32, n. 264, p. 17-25, 2011.

SALES, A. N.; BOTREL, N.; COELHO, A. H. R. Aplicação de 1-metilciclopropeno em banana ‘Prata-Anã’ e seu efeito sobre as substâncias pécticas e enzimas pectinolíticas. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 28, n. 3, p. 479-87, 2004.

SANTOS, D. S. D.; STORCK, C. R.; FOGAÇA, A. O. Biscoito com adição de farinha de casca de limão. Disciplinarum Scientia, Santa Maria, v. 15, n. 1, p. 123-35, 2014.

SESC PARÁ. Mesa Brasil. Belém: SESC, 2018. Disponível em: http://www.sesc-pa.com.br/index.php?page=menu/areas/area&areaprincipal=1&area=Mesa Brasil. Acesso em: 5 fev. 2018.

SILVA, A.; HAETINGER, C. Gestão de resíduos sólidos em feiras livres do município de Santa Maria/RS: narrativas dos feirantes e impressões in loco. Educação Ambiental em Ação, [s.l.], v. 56, p. 1-3, 2016.

SILVA, C. S.; PEROSA, S. M. Y.; RUA, P. S.; ABREU, C. L. M.; PÂNTANO, S. C.; VIEIRA, C. R. Y. I.; BRIZOLA, R. M. O. Avaliação econômica das perdas de banana no mercado varejista: Um estudo de caso. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 25, n. 2, p. 229-234, 2003.

SOARES, H. F.; ITO, M. K. O ácido graxo monoinsaturado do abacate no controle das dislipidemias. Revista de Ciências Médicas, Campinas, v. 9, n. 2, p. 47-51, 2000.

ULLMANN, S. Principais cultivares industrializados: banana. A Feira, Porto Alegre, 2002. Disponível em: http://www.ufrgs.br/afeira/materias-primas/frutas/banana. Acesso em: 11 mar. 2018.

VIEITES, R. L.; DAIUTO, E. R.; FUMES, J. G. F. Capacidade antioxidante e qualidade pós-colheita de abacate “fuerte”. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 34, n. 2, p. 336-48, 2012.

Publicado
2019-12-16
Como Citar
Cardoso, A. M. A., & Vieira, T. A. (2019). Práticas de redução do desperdício de alimentos: o caso de um projeto social em Santarém, Pará. Multitemas, 24(58), 137-156. https://doi.org/10.20435/multi.v24i58.2515