Tradução: a mente, a medicina e o homem, por Gregory Zilboorg

Palavras-chave: Psicologia, biomimetismo, corporeidade

Resumo

O psicanalista e historiador da psiquiatria, Dr Gregory Zilboorg, nascido russo e naturalizado americano, trabalhou por anos, aspectos da psiquiatria dentro de um contexto sociológico e humanístico. Durante sua carreira escreveu diversas obras de brilhante ilustração de conceitos para leigos. Seus livros são raros, mesmo em buscas virtuais, sendo poucas e privilegiadas bibliotecas possuem exemplares. Além deles, Zilboorg também produziu uma série de artigos clínicos, que discutem desde a personalidade esquizoide até as relações entre o direito e a psiquiatria. Aqui traduzimos parte de um capítulo de seu livro Mind, Medicine & Man. Nesse trecho, Zilboorg ilustra a ideia de psiquismo humano a partir de uma brilhante descrição da ameba que, como ser vivo unicelular e que percebe o mundo a partir de sua única célula, desenvolve um estilo próprio de comunicação com o ambiente. Zilboorg defende que o fenômeno psíquico envolve toda a corporeidade humana, analogamente ao ser vivo multicelular, para que o conjunto de informações se traduza nos diversos sistemas psíquicos.

Biografia do Autor

Lorene Almeida Tiburtino-Silva, Universidade Católica Dom Bosco
Doutoranda em Desenvolvimento Local. Mestre em Desenvolvimento Local pela Universidade Católica Dom Bosco. Graduada em Biologia, trabalho com Ecodesign e Logística Reversa na perspectiva do Desenvolvimento Local e da Sustentabilidade.
João Alberto Mendonça Silva, Universidade Católica Dom Bosco
Possui graduação em Filosofia pela Universidade Católica Dom Bosco (2013). Mestre em Desenvolvimento Local pela Universidade Católica Dom Bosco (2016), com dissertação voltada para as populações quilombolas do Estado de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Filosofia, Antropologia das populações afro-brasileiras e no Decrescimento Sereno, com ênfase em Filosofia, Antropologia e Economia.
Josemar de Campos Maciel, Universidade Católica Dom Bosco
Graduado em Filosofia pelas Faculdades Unidas Católicas do Mato Grosso (1987); em Teologia pela Pontificia Universidade Gregoriana de Roma (1991); mestre em Psicologia pela Universidade Católica Dom Bosco (1999); mestre em Teologia Sistemática pela Pontificia Universidade Gregoriana de Roma (1993) e doutor em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2004). Atualmente, professor na Universidade Católica Dom Bosco: Mestrado em Desenvolvimento Local, Programa Master em Desenvolvimento Territorial Sustentável (Master STEDE) Erasmus Mundus/Erasmus Plus e Licenciatura em Filosofia. estágio pós-doutoral concluido (Estudos Culturais, EACH-USP) com o projeto "Hospitalidade e Desenvolvimento: Por uma pequena conversação.

Referências

BENYUS, Janine. Biomimicry: innovation inspired by nature (repr). New York: Harper Perennial, 2008.

CAPRA, Fritjof. (2005). O tao da física um paralelo entre a física moderna e o misticismo oriental. São Paulo: Cultrix, 2005.

CAPRA, Fritjof. O Ponto de Mutação. A Ciência, a Sociedade e a Cultura emergente. São Paulo: Editora Pensamento-Cultrix LTDA, 2006.

CAPRA, Fritjof. (2010). A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 2010.

ZILBOORG, Gregory. Mind, medicine, and man. Oxford: Harcourt Brace, 1943.

Publicado
2019-12-16
Seção
Dossiê: A filosofia e a textura do mundo