Estrutura da comunidade de morcegos da área em regeneração da Fazenda Cervinho, Bandeirantes, Mato Grosso do Sul

  • Jaire Marinho Torres Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)
  • Elaine Aparecida Carvalho dos Anjos Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)
Palavras-chave: Phyllostomidae, abrigo, conservação

Resumo

A ordem Chiroptera apresenta um papel importante na manutenção de unidades ambientais através da polinização e dispersão de sementes. O presente estudo objetivou analisar a estrutura da comunidade de morcegos em uma área em regeneração em Bandeirantes, MS. Foram realizadas duas coletas mensais entre fevereiro e julho de 2011, com redes de neblina armadas nas bordas e interior dos fragmentos. Estabeleceram-se quatro sítios de captura totalizando esforço de 9.504 h.m² na área. Foram registradas 161 capturas de morcegos, com ocorrência de sete espécies pertencentes a duas famílias (Phyllostomidae: Artibeus lituratus, Artibeus planirostris, Carollia perspicillata, Glossophaga soricina, Platyrrhinus lineatus e Sturnira liliume; Molossidae: Molossops ­temminckii). As espécies C. perspicillata e G. soricina foram encontradas utilizando edificações como abrigo. A captura de uma grande quantidade de morcegos filostomídeos na região é um aspecto positivo para a regeneração da área, pela grande relação que os morcegos desta família apresentam com as espécies vegetais.

Referências

AGUIAR, L. M. S.; ZORTÉA, M. A diversidade de morcegos conhecida para o Cerrado. In: SIMPÓSIO NACIONAL CERRADO; SIMPÓSIO INTERNACIONAL SAVANAS TROPICAIS: DESAFIOS E ESTRATÉGIAS PARA O EQUILÍBRIO ENTRE SOCIEDADE, AGRONEGÓCIO E RECURSOS NATURAIS, 2008, Brasília. Anais... Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2008.

ALTHOFF, S. L. A comunidade de quirópteros: sua biologia e ecologia no Parque Natural Municipal Nascentes do Garcia, Estado de Santa Catarina, Brasil. 2007. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS.

BODENHEIMER, F. S. Precis d’écologie animal. Paris: Payot, 1955.

BORDIGNON, M. O. Diversidade de morcegos (Mammalia, Chiroptera) do Complexo Aporé-Sucuriú, Mato Grosso do Sul, Brasil. Rev. Bras. Zool., Curitiba, v. 23, n. 4, p. 1002-1009, 2006.

BOURLEGAT, C. A. A fragmentação da vegetação natural e o paradigma do desenvolvimento rural. In: COSTA, R. B. (Org.). Fragmentação florestal e alternativas de desenvolvimento rural na Região Centro-Oeste. Campo Grande: UCDB, 2003.

BREDT, A.; UIEDA, W. Bats from urban and rural environments of the Distrito Federal, Mid-western Brazil. Chiroptera Neotropical, v. 2, n. 2, p. 54-57, 1996.

BREDT, A.; ARAÚJO, F. A. A.; CAETANO-JÚNIOR, J.; RODRIGUES, M. G. R.; ­YOSHIZAWA, M.; SILVA, M. M. S.; HARMANI, N. M. S.; MUSSUNAGA, P. N. T.; BÜRER, S. P.; POTRO, V. A. R.; UIEDA, W. Morcegos em áreas urbanas e rurais: manual de manejo e controle. Brasília: Fundação Nacional de Saúde; Ministério da Saúde, 1996.

BRITO, J. E. C.; GAZARINI, J.; ZAWADZKI, C. H. Abundância e frugivoria da quiropterofauna (Mammalia, Chiroptera) de um fragmento no noroeste do Estado do Paraná, Brasil. Acta. Scien. Biol. Scien., v. 32, n. 3, p. 265-271, 2010.

CAMARGO, G.; FISCHER, E.; GONÇALVES, F.; FERNANDES, G.; FERREIRA, S. Morcegos do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Mato Grosso do Sul, Brasil. Chiropt. Neotrop., v. 15, n. 1, p. 417-424, 2009.

CERQUEIRA, R.; BRANT, A.; NASCIMENTO, M. T.; PARDINI, R. Fragmentação: alguns conceitos. In: RAMBALDI, D. M.; OLIVEIRA, D. A. S. (Org.). Fragmentação de ecossistemas: causas, efeitos sobre a biodiversidade e recomendações de políticas públicas. Brasília: MMA/SBF, 2003.

COSTA, R. B.; SCARIOT, A. A fragmentação florestal e os recursos genéticos. In: COSTA, R. B. (Org.). Fragmentação florestal e alternativas de desenvolvimento rural na Região Centro-Oeste. Campo Grande: UCDB, 2003.

COSTA, L. M.; ALMEIDA, J. C.; ESBÉRARD, C. E. L. Dados de reprodução de Platyrrhinus lineatus em estudo de longo prazo no estado do Rio de Janeiro (Mammalia, Chiroptera, Phyllostomidae). Iheringia, Sér. Zool., v. 97, n. 2, p. 152-156, 2007.

FERREIRA, C. M. M.; FISCHER, E.; PULCHÉRIO-LEITE, A. Fauna de morcegos em remanescentes urbanos de Cerrado em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Biota Neotrop., v. 10, n. 3, 2010.

FERREIRA, W. C.; FERREIRA, M. J.; MARTINS, J. C. Regeneração natural de espécies arbustivo-arbóreas no sub-bosque de Eucalyptus grandis em Mata Ciliar, no município de Lavras, MG. Rev. Bras. de Biociências, v. 5, n. 1, p. 579-581, 2007.

GALINDO-GONZÁLEZ, J. Dispersión de semillas por murciélagos: su importancia en la conservación y regeneración del bosque tropical. Acta Zoológica Mexicana, n. 73, p. 57‑74, 1998.

HOLLIS, L. Artibeus planirostris. Mammalian Species, n. 775, p. 1-6, 2005.

HUTSON, A. M.; MICKLEBURGH, S. P.; RACEY, P. A. Microchiropteran bats: global status survey and conservation action plan. Switzerland: IUCN, 2001.

KUNZ, T. H. Ecological and behavioral methods for the study of bats. Washington: Smithsonian Instituition Press, 1988.

MARQUES-AGUIAR, S. A.; MELO, C. C. S.; AGUIAR, G. F. S.; QUEIRÓZ, J. A. L. Levantamento preliminar da mastofauna da região da Anajás-Muaná, Ilha de Marajó, Pará, Brasil. Rev. Bras. Zool., Curitiba, v. 19, n. 3, p. 841-854, 2002.

MUNIN, R. L. Nicho trófico de morcegos filostomídeos no Pantanal da Nhecolândia, Mato Grosso do Sul. 2008. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande.

NOGUEIRA, M. R.; DIAS, D.; PERACCHI, A. L. Subfamília Glossophaginae. In: REIS, N. R.; PERACCHI, A. L.; PEDRO, W. A.; LIMA, I. P. (Eds.). Morcegos do Brasil. Londrina: Nélio R. Reis, 2007.

ORTÊNCIO-FILHO, H.; LIMA, I. P.; FOGAÇA, F. N. O. Subfamília Carolliinae. In: REIS, N. R.; PERACCHI, A. L.; PEDRO, W. A.; LIMA, I. P. (Eds.). Morcegos do Brasil. Londrina: Nélio R. Reis, 2007.

PASSOS, F. C.; SILVA, W. R.; PEDRO, W. A.; BONIN, M. R. Frugivoria em morcegos (Mammalia, Chiroptera) no Parque Estadual Intervales, sudeste do Brasil. Rev. Bras. Zool., Curitiba, v. 20, n. 3, p. 511-517, 2003.

PULCHÉRIO-LEITE, A. Uso de espaço por Artibeus lituratus e Sturnira lilium (Chiroptera:Phyllostomidae) em fragmentos florestais urbanos de Curitiba, Paraná. 2008. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

REIS, N. R.; SHIBATTA, O. A.; PERACCHI, A. L.; PEDRO, W. A.; LIMA, I. P. Sobre os morcegos brasileiros. In: REIS, N. R.; PERACCHI, A. L.; PEDRO, W. A.; LIMA, I. P. (Eds.). Morcegos do Brasil. Londrina: Nélio R. Reis, 2007.

SATO, T. M. Estrutura da comunidade, comportamento alimentar e frugivoria dos morcegos (Mammalia, Chiroptera) em Cecropia pachystachya (Urticaceae) na Estação Experimental de Itirapina, SP. 2007. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

SAZIMA, M.; BUZATO, S.; SAZIMA, I. Bat pollinated flower assemblages and bat visitors at two Atlantic Forest sites in Brazil. Annals of Botany, v. 83, n. 6, p. 705-712, 1999.

SILVA, L. A. M. Comunidades de morcegos na caatinga e brejo de altitude, no agreste de Pernambuco. 2007. Tese (Doutorado) - Universidade de Brasília, Brasília, DF.

SOUZA, F. M. Estrutura e dinâmica do estrato arbóreo e da regeneração natural em áreas restauradas. 2000. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo, São Paulo.

STRAUBE, F. C.; BIANCONI, G. V. Sobre a grandeza e a unidade utilizada para estimar esforço de captura com utilização de redes-de-neblina. Chiropt. Neotrop., v. 8, n. 1, p. 150-152, 2002.

TOVOLONI, P. Diversidade e frugivoria de morcegos filostomídeos (Chiroptera, Phyllostomidae) em habitats secundários e plantios de Pinus spp. no Município de Anhembi-SP. Mastozoologia Neotropical, v. 14, n. 1, p. 120, 2007.

VIZZOTO, L. D; TADDEI, V. A. Chave para determinação de quirópteros brasileiros. Boletim de Ciências - Revista da Faculdade de Fisiologia Ciências e Letras São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, n. 1, p. 1-72, 1973.

WILLIG, M. R. Reproductive patterns of bats from Caatingas and Cerrado biomes of Northeast Brazil. Journal of Mammalogy, n. 66, p. 668-681, 1985.

ZORTÉA, M. Subfamília Stenodermatinae. In: REIS, N. R.; PERACCHI, A. L.; PEDRO, W. A.; LIMA, I. P. (Eds.). Morcegos do Brasil. Londrina: Nélio R. Reis, 2007.

ZORTÉA, M.; ALHO, C. J. R. Bat diversity of a Cerrado habitat in central Brazil. Biodivers. Conserv, 2008.

Publicado
2015-12-16
Seção
Artigos