Variabilidade genética de procedências e progênies de erva-mate nativa (<em>Ilex paraguariensis</em> St. Hil.) no sudoeste do estado de Mato Grosso do Sul

  • Reginaldo Brito da Costa Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Wagner José Martins Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Raul Alffonso Rodrigues Roa Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)
  • Natasha Brianez Rodrigues Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Antonio de Arruda Tsukamoto Filho Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Palavras-chave: Ilex paraguariensis, variabilidade genética, progênies, ganho genético

Resumo

O presente estudo objetivou avaliar a variabilidade genética de procedências e progênies de erva-mate nativa (Ilex paraguariensis St. Hil.) em fase inicial de crescimento no município de Aral Moreira-MS. O teste de procedência e progênie, para avaliação do crescimento inicial das mudas, foi instalado no viveiro de mudas da Fazenda Rancho Esperança localizada no município de Aral Moreira, sob o delineamento de blocos ao acaso com 3 procedências, 25 tratamentos (progênies) de cada uma das procedências, 5 repetições e 4 plantas por parcela em linhas simples. Aos 5 meses de idade, as progênies foram avaliadas quanto aos caracteres: a) altura total das plantas, expressas em centímetros; b) diâmetro do coleto expresso em milímetros; e c) número de lançamentos foliares. Os resultados demonstraram haver variabilidade genética, e as herdabilidades individuais e de médias de progênies obtidas, estimulam o monitoramento continuado das procedências e progênies no campo, com perspectivas de maximizar o ganho genético na seqüência das avaliações. A procedência Laguna Carapã apresentou melhor desempenho para todos os caracteres avaliados com ganhos genéticos estimados com seleção, seguido da procedência Aral Moreira.

 

Referências

ANDRADE, F. M. Diagnóstico da cadeia produtiva da erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil). São Mateus do Sul-PR: Consultoria, 1999. 92 p.

BOGUSZEWSKI, J. H. Uma história cultural da erva-mate: o alimento e suas representações. 2007. 130f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

CORNELLIUS, J. Heretabilities and additive genetic coefficients of variation in forest trees. Canadian Journal of Forestry Research, Ottawa, v. 24, p. 371-79, 1994.

COSTA, R. B.; RESENDE, M. D. V. de; CONTINI, A. Z.; REGO, F. L. H.; ROA, R. A. R.; MARTINS, W, J. Avaliação genética dentro de progênies de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.), na região de Caarapó, MS, pelo procedimento REML/BLUP. Ciência Florestal, Santa Maria-RS, v. 15, n. 4, p. 371-76, 2005.

COSTA, R. B.; RESENDE, M. D. V. de; GONÇALVES, P. de S.; HIGA, A. R. Selection and genetic gain in populations of Hevea brasiliensis with a mixed mating system. Genetics and Molecular Biology, v. 23, n. 3, 2000.

COSTA, R. B.; RESENDE, M. D. V.; GONÇALVES, P. S.; ARRUDA, E. J.; OLIVEIRA, L. C. S.; BORTOLETTO, N. Prediction of genotypic values for yield in rubber tree-clone test trials using REML/BLUP procedure. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Viçosa, v. 2, n. 4, p. 575-82, 2002.

EHRLICH, P. R. The loss of diversity: causes and consequences. In: E. O. WILSON (Ed.). Natl. Acad. Press. Biodiversity, Washington, DC, USA, p. 29-35, 1988.

FALCONER, D. S. Introdução à genética quantitativa. Viçosa: UFV, 1987. 279 p.

FERREIRA, A. G.; KASPARY, R.; FERREIRA, H. B.; ROSA, L. M. Proporção de sexo e polinização em Ilex paraguariensis St. Hil. Brasil Florestal, n. 53, p. 29-33, 1983.

GARCIA, C. H. Tabela para classificação do coeficiente de variação. Piracicaba: Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais - IPEF, 1989. 10p. (Circular Técnica, 171).

GOVERNO DO PARANÁ. Parque Histórico do Mate. Disponível em: <http://www.pr.gov.br/phmate/consumo.html>. Acesso em: 20 dez. 2007.

KAGEYAMA, P. Y. Variação genética em progênies de uma população de Eucalyptus grandis (Hill) Maiden. 1980. 125p. Tese (Doutorado) – ESALQ - Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1980.

MISSIO, R. F.; SILVA, A. M.; DIAS, L. A. S.; MORAES, M. L. T.; RESENDE, M. D. V. Estimates of genetic parameters and prediction of additive genetic values in Pinus kesya progenies. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Viçosa, v. 5, n. 4, p. 394-401, 2005.

RESENDE, M. D. V.; ARAÚJO, L. A.; SAMPAIO, P. T. B.; WIECHETECK, M. S. S. Acurácia seletiva, intervalos de confiança e variância de ganhos genéticos associados a 22 métodos de seleção em Pinus caribaea var. hondurensis. Revista Floresta, Curitiba, v. 24, n. 1/2, p. 35-45, 1995.

RESENDE, M. D. V.; STURION, J. A.; CARVALHO, A. P.; SIMEÃO, R. M.; FERNANDES, J. S. C. Programa de melhoramento da erva-mate coordenado pela EMBRAPA: resultados da avaliação genética de populações, progênies, indivíduos e clones. Circular Técnica, Colombo, n. 43, 2000.

RESENDE, M. D. V. Software Selegem-REML/BLUP. Colombo: Embrapa Florestas, 2002a. 67 p.

RESENDE, M. D. V. de. Genética biométrica e estatística no melhoramento de plantas perenes. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2002b. 975 p.

RODIGHERI, H. R.; NETO, L. S.; CICHACZEWSKI, I. F. Custos, produtividade e renda da erva-mate cultivada na região de Guarapuava, PR. Colombo: EMBRAPA/CNPF, 1995. 22p. (Documento n. 24).

SAMPAIO, P. T. B. Variação genética entre procedências e progênies de Pinus oocarpa Schiede, Pinus caribaea var. hondurensis Barr. & Golf. e Pinus maximinoi, H.E. Moore e métodos de seleção para melhoramento genético. 1996. 169p. Tese (Doutorado) - SEA/UFPR, Curitiba, 1996.

SCHERER, R. A. Early selection of yerba mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) In: Argentina. Bonn: Rheinischen Friedrich-Wilhelms-Universitat, 1997. 58p.

SIMEÃO, R. M.; STURION, J. A.; RESENDE, M. D. V. Avaliação Genética em erva-mate pelo procedimento BLUP individual multivariado sob interação genótipo x ambiente. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, n. 11, p. 1589-1596, nov. 2002.

STURION, J. A. Variação genética de características de crescimento e da qualidade da madeira em progênies de Eucalyptus viminalis. 1993. 112f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1993.

STURION, J. A.; RESENDE, M .D. V. de. Programa de melhoramento genético da erva-mate no Centro Nacional de Pesquisa de Florestas da Embrapa. In: I CONGRESSO SUL AMERICANO DA ERVA-MATE. II REUNIÃO TÉCNICA DO CONE SUL SOBRE A CULTURA DA ERVA-MATE, 2., 1997, Curitiba. Anais... Colombo. EMBRAPA-CNPF, 1997. 467p.

VAN VLECK, L. D.; POLLAK, E. J.; OLTENACU, E. A. B. Genetics for the animal sciences. New York: W. H. Freeman, 1987. 391p.

VENCOVSKY, R.; BARRIGA, P. Genética Biométrica no Fitomelhoramento. Sociedade Brasileira de Genética, Ribeirão Preto, 496p. 1992.

Publicado
2016-02-12
Seção
Artigos