Estudo comportamental de altura, diâmetro e relação hipsometrica de <em>Cordia trichotoma</em> (vell.) arrab. ex steud (Louro Branco) em plantio homogêneo no município de Cáceres-MT

  • João Vitor Barbosa Ceron Universidade Federal de Mato Grosso
  • Ronaldo Drescher Universidade Federal de Mato Grosso
  • Gustavo Manzon Nunes Universidade Federal de Mato Grosso
  • Diego Tyszka Universidade Federal de Mato Grosso
  • Luciano Lanssanova Universidade Federal de Mato Grosso
Palavras-chave: Dominância, Modelos matemáticos, Desbastes.

Resumo

O objetivo desse estudo foi avaliar o comportamento de indivíduos de Cordia trichotoma quanto a seu crescimento em altura e diâmetro e relação hipsométrica, em plantio homogêneo no município de Cáceres – MT. Foram mensuradas todas as alturas totais e diâmetros na altura do peito, para aplicar a relação hipsométrica. O plantio não apresentou a curva de distribuição normal dos diâmetros na altura do peito, por já se ter estabelecido as classes de dominância. O modelo que melhor descreveu o povoamento foi d/√h = b0 + b1* d + b2* d2 + e, com o valor de R² ajustado 0,94, e Syx% 5,29.

 

Referências

ALVES, E. S.; ANGYALOSSY-ALFONSO, V. Ecological trends in the wood anatomy of some Brazilian species. I: Growth rings and vessels. IAWA Journal, 21, p. 3-30, 2000.

ARABATZIS, A.; BURKHART, H. An evaluation of sampling methods and model form for estimating height – diameter relationships in Loblolly pine plantations. Forest science, v. 38, n. 1, p. 192-8, 1992.

BRASIL. Ministério das Minas e Energia. Secretaria Geral. Projeto RADAMBRASIL. Folha SD. 21 Cuiabá. geologia, geomorfologia, pedologia, vegetação e uso potencial da terra. Rio de Janeiro: Ministério das Minas e Energia, 1982.

CARVALHO, P. E. R. Espécies arbóreas brasileiras. Brasília: Embrapa Informação tecnológica, v. 1, 2003. 1039p.

COUTO, H. T. Z.; BATISTA J. L. F.; MARQUESINI, M. Desempenho de modelos de relações hipsométricas: estudo em três tipos de floresta. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 60, p. 149-163, 2001.

CURTIS, R. Height - diameter and height – diameter – age equations for second - growth Douglas - fir. Forest Science, v. 13, n.4, p. 365-75, 1967.

EMPRESA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (EMATER). Sugestões de adubação para o Estado da Paraíba. 1ª aproximação. João Pessoa, 1979. 56p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA). Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. Avaliação da fertilidade dos solos do Distrito Federal. Boletim Técnico 74, Rio de Janeiro, 1980. 11p.

FANG, Z.; BAILEY, R. Height-diameter models for tropical forests on Hainan Island in southern China. Forest Ecology and Management, v. 110, p. 315-327, 1998.

GONÇALVES, M. R. Avaliação Silvicultural de Tectona grandis L. f., em Cáceres-MT, Brasil: Resultados Preliminares. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 16, n. 2, p. 225-232, 2006.

HÖKKÄ, H. Height-diameter curves with random intercepts and slopes for trees growing on drained peatlands. Forest Ecology and Management, v. 97, p. 63-72, 1997.

JANKAUSKIS, J. Recuperação de florestas tropicais mecanicamente exploradas. Belém: SUDAM, 1979. 58p.

KNOWE, S.; FOSTER, G. Height-age and height – diameter relationships for monocultures and mixtures of eastern cotton wood clones. Forest Ecology, 1998.

MELLO, F. A. F.; BRASIL SOBRINHO, M. O. C.; ARZOLLA, S.; SILVEIRA, R. I.; COBRA NETTO, A. & KIEHL, J. C. Fertilidade do solo. São Paulo, Nobel, 1983. 400p.

OMULE, S.; MAC DONALD, R. Simultaneous curve fitting for repeated height-diameter measurements. Canadian Journal of Forest Research, v. 21, p. 1418-22, 1991.

SCHNEIDER, P. R. Análise de regrassão aplicada à Engenharia Florestal, Santa Maria-RS: UFMS/ CEPEF – FATEC, 1997. 217 p.

YARED, J. A. G. Comportamento e variabilidade de procedência de Cordia alliodora (Ruiz & Pav) Oken, no Planalto do Tapajós – Belém, PA. 1983. 109p. Tese (Mestrado) - ESALQ, Piracicaba, 1983.

ZHANG, S.; BURKHART, H.; AMATEIS, R. The influence of thinning on tree height and diameter relationships in Loblolly pine plantations. Southern Journal of Applied Forestry, v. 21, n. 4, p. 199-205. 1997.

Publicado
2016-02-12
Seção
Artigos