Diversidade e flutuação populacional de scolytidae (coleoptera) em plantio de urograndis e de urocam, no município de Cuiabá, estado de Mato Grosso

  • Alberto Dorval Universidade Federal de Mato Grosso
  • Otávio Peres Filho Universidade Federal de Mato Grosso
  • José Renato Maurício Da Rocha Universidade Federal de Mato Grosso
Palavras-chave: Coleobrocas, híbrido de eucalipto, besouros-de-ambrósia

Resumo

Este trabalho foi desenvolvido de abril de 2008 a março de 2009, com a finalidade de identificar as espécies de Scolytidae que ocorrem associadas aos talhões dos híbridos urograndis e urocam de eucalipto. Foi amostrado um talhão de cada híbrido, sendo utilizadas seis armadilhas etanólicas por talhão, iscadas com álcool combustível hidratado. As coletas foram quinzenais e os exemplares coletados foram levados ao Laboratório de Proteção Florestal, da Faculdade de Engenharia Florestal/UFMT. Foram realizados estudos qualitativos, quantitativos e de flutuação populacional em ambos os ambientes amostrados. Em urograndis foi coletada 23 espécies e 810 indivíduos e em urocam 17 espécies e 983 indivíduos. Hypothenemus eruditus, Xyleborus affinis e Xyleborus ferrugineus foram quantitativamente, as mais representativas em urograndis, enquanto em urocam, Premnobius cavipennis e Xyleborus affinis foram as espécies mais expressivas. As espécies Xyleborus affinis e Hypothenemus eruditus ocorreram com picos populacionais nos meses de seca, enquanto Xyleborus ferrugineus apresentou pico populacional no mês de chuva.

 

Referências

BERTI FILHO, E. Coleópteros de importância florestal: 1- Scolytidae. IPEF, Piracicaba, v. 19, p. 39-43, 1979.

BERTI FILHO, E. Insetos associados às plantações do gênero Eucalyptus nos estados da Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo. 1981. 176p. Tese (Livre Docência) - ESALQ/USP, Piracicaba, 1981.

CONCEIÇÃO, P. N. (Coord.). Manejo de bacia hidrogáfica do rio Coxipó-Açú para concervação de seus recursos hídricos. Brasília: ABEAS/ MMA/ SRH/UFMT, 1997. 127p.

DALL’OGLIO, O. T.; PERES FILHO. O. Levantamento e flutuação de populacional de coleobrocas em plantios homogêneos de seringueira em Itiquira-MT. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 51, n. 2, p. 49-58, 1997.

DIAZ, E. A. B. Análise faunística de Scolytidae, Platypodidae e Bostrichidae (Coleoptera) em comunidades florestais no Departamento de Guairá, Paraguai. 1996. 53p. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas). - UFPR, Curitiba.

DORVAL, A. Levantamento populacional de coleópteros com armadilhas etanólicas em plantios de eucaliptos e em uma área com vegetação de cerrado no município de Cuiabá, Estado de Mato Grosso. 2002. 143p. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2002.

DORVAL, A.; PERES FILHO, O.; MARQUES E. N. Levantamento de Scolytidae (Coleóptera) em plantações de Eucalyptus spp. em Cuiabá, estado de Mato Grosso. Ciência Florestal. Santa Maria, v. 14, n. 1, p. 47-58, 2004.

FLECHTMANN, C. A. H.; OTTATI, A. L. T. Scolytidae em área de mata nativa em Selvíria, MS, Brasil. An. Soc. Entomol. Brasil, Londrina, v. 25, n. 2, p. 365-68, 1996.

MULLER, J. A.; ANDREIV, J. Caracterização da família Scolytidae (Insecta: Coleoptera) em três ambientes florestais. Revista Cerne, Lavras, v. 10, n. 1, p. 39-45, 2004.

PEDROSA- MACEDO, J. H. 1993. Manual de pragas em florestas: pragas florestais no sul do Brasil. Viçosa: SIF/IPEF, 1993. 112p.

PERES FILHO, O.; DORVAL A.; SIQUEIRA S. A.; BERTI FILHO E. Levantamento de coleópteros em plantios de Eucalyptus spp. em Rondonópolis, estado de Mato Grosso. Revista da Agricultura. Piracicaba, v. 80, n. 2, p. 213-27, 2005.

PERES FILHO, O.; SANTOS, A. K. G.; DORVAL, A.; BERTI FILHO, E.; MOURA, R. G. Coleópteros em madeira estocada em pátio de serraria. Revista da Agricultura. Piracicaba, v. 81, n. 2, p. 213-28, 2006.

PERES FILHO, O.; DORVAL, A.; NOQUELLI, M. J. M.S. Coleópteros em plantio de Eucalyptus camaldulensis no estado de Mato Grosso. Floresta e Ambiente, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 45-51, 2007.

ROCHA, P. M. Os escolitídeos e a qualidade de sítio em povoamentos de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden. 1993. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1993.

SANTOS, G. P.; ZANUNCIO J. C.; OLIVEIRA H. G.; ZANUNCIO T. V.; LACERDA M. C. Coleópteros coletados em plantação de Eucalyptus urophylla S. T. Blake (Myrtaceae) na região de Niquelândia, Góias. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 19, n. 3, p. 77-82, 2003.

WOOD, S. L. The bark and ambrosia beetles of North and Central America (Coleoptera: Scolytidae), a taxonomic monograph. Great Basin Naturalist Memoirs, Uthat, 1982, 1359 p.

ZANUNCIO, J. C.; BRAGANÇA, M. A. L.; LARANJEIRO, A. J.; FAGUNDES, M. Coleópteros associados à eucaliptocultura nas regiões de São Mateus e Aracruz, Espírito Santo. Revista Ceres, Viçosa, v. 41, n. 232, p. 584-90, 1993.

ZANUNCIO, J. C.; SOSSAI, M. F.; FLECHTMANN, C. A. H.; ZANUNCIO V. Z.; GUIMARÃES, E. M.; ESPINDULA, M. C. Plants of an Eucalyptus clone damage by Scolytidae and Platypodidae (Coleoptera). Pesquisa Agropecuária Brasileira. Brasília, v. 40, n. 5, p. 513-5, 2005.

Publicado
2016-02-15
Seção
Artigos