A Unidade de Trauma da Santa Casa de Campo Grande: um estudo de caso no ponto de vista do desenvolvimento local

  • Eduardo Fernandes Santos Universidade Católica Dom Bosco - UCDB
Palavras-chave: Santa Casa de Campo Grande, unidade de trauma, SUS, desenvolvimento local.

Resumo

Este trabalho é fruto de pesquisa realizada na Associação Beneficente de Campo Grande, Santa Casa de Campo Grande, com o objetivo de demonstrar o papel da Unidade de Trauma no desenvolvimento local. A referida Unidade de Trauma, ainda em obras, localiza-se em um pavilhão anexo à Santa Casa de Campo Grande para atendimento exclusivo aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Para que essa unidade entre em funcionamento, os profissionais, colaboradores realizaram estudos para verificar o que será necessário para colocar este complexo em funcionamento e conhecerem o impacto local e regional que esta exercerá. Essa unidade atenderá a capital, 78 municípios do Estado e até mesmo outros estados e países vizinhos. Com isso, apresentamos o impacto no âmbito do desenvolvimento local que a capital terá com esse novo empreendimento na área da saúde. Em todo o contexto deste trabalho, mostramos o quanto a área da saúde tem que se desenvolver para realizar um bom trabalho à população. Desse modo, trabalhamos de forma que isso sirva de base para chegarmos a indicadores populacionais no âmbito do desenvolvimento local tendo como prerrogativas a história da Associação Beneficente de Campo Grande, Santa Casa, fazendo um breve histórico e mostrando toda a sua estrutura, desenvolvendo a história dos hospitais filantrópicos do Brasil, colocando os pontos importantes desses serviços, elencando pontos da saúde e do desenvolvimento local e, então, a Unidade de Trauma em si, todo o estudo que realizamos em relação à estrutura que será desenvolvida, para que essa Unidade entre em funcionamento para a realização de atendimentos aos usuários do SUS.

Biografia do Autor

Eduardo Fernandes Santos, Universidade Católica Dom Bosco - UCDB
Meu nome é Eduardo, sou casado, tenho 2 filhos, sou residente de Campo Grande, Trabalho na Santa Casa de Campo Grande, sou estudante do Curso de Pós Graduação em Desenvolvimento Local pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDb.

Referências

ALBAGLI, Sarita; MACIEL, Maria Lúcia. Informação e conhecimento na inovação e no Desenvolvimento Local. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 33, n. 3, p. 9-16, set./dez. 2004.

ÁVILA, Vicente Fideles. Pressupostos para formação educacional em desenvolvimento local. Interações - Revista Internacional de Desenvolvimento Local, Campo Grande, MS, v. 1, n. 1, p. 63-76, set. 2000.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Departamento de Redes e Sistemas Assistenciais. Gestão hospitalar: uma visão atual do futuro. Brasília: Ministério da Saúde, 2000.

CHERUBIM, N. A.; SANTOS, N. A. Administração hospitalar: fundamentos. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2002.

ELIZALDE, Antonio. Desarrollo a escala humana: conceptos y experiências. Interações - Revista Internacional de Desenvolvimento Local, Campo Grande, MS, v. 1, n. 1, p. 51-62, set. 2000.

FONTAN, Jean-Marc; VIEIRA, P. F. Por um enfoque sistêmico, ecológico e “territorializado”. In: TREMBALY, G.; VIEIRA, P. F. (Org.). O papel da universidade no desenvolvimento local. Florianópolis, SC: Secco, 2011.

FOLLAND, Sherman; GOODMAN, Allen C.; STANO, Miron. A economia da saúde. 5. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2008.

KLIKSBERG, Bernardo. Capital social e cultura: as chaves esquecidas do desenvolvimento. Rio de Janeiro: Programa de Promoção de Reforma Educativa na América Latina e Caribe-PREAL/Brasil, 2002.

LE BOURLEGAT, C. A. Desenvolvimento local na abordagem territorial do atual sistema-mundo. In: TREMBALY, G.; VIEIRA, P. F. (Org.). O papel da universidade no Desenvolvimento Local. Florianópolis, SC: Secco, 2011.

MARTINS, Sérgio Ricardo Oliveira. Desenvolvimento Local: questões conceituais e metodológicas. Interações - Revista Internacional de Desenvolvimento Local, Campo Grande, MS, v. 3, n. 5, p. 51-59, set. 2002.

PORTELA, M. C. et al. Caracterização assistencial de hospitais filantrópicos no Brasil. Revista de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 38, n. 06, dez. 2004.

RAFFESTIN, Claude. O que é o território? In: ______. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993. p. 144-220.

SANTA CASA. Relatório de atividades. Campo Grande, MS, 2014.

SANTA CASA. Histórico da Associação Beneficente de Campo Grande, Santa Casa. Documento avulso. Campo Grande, MS, [s/d].

SANTOS, Milton. O retorno do território. In: SANTOS, M. et al. Território: globalização e fragmentação. São Paulo: Hucitec, 1994.

SANTOS, Milton. O espaço do cidadão. São Paulo: HUCITEC, 2002.

SOUZA, Maria Adélia Aparecida de. O lugar de todo mundo: a geografia da solidariedade. Conferência apresentada no I ENCONTRO INTERNACIONAL DE GEOGRAFIA DA BAHIA, Salvador, BA, 1997.

TUAN, Yi-Fu. Topofilia - um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980.

Publicado
2016-06-17