O homem como ser político: ensaio

  • Pedro Pereira Borges
Palavras-chave: política Estado cidadania

Resumo

O objetivo deste Ensaio sobre O HomemComo Ser Político é definir a política, apartir da sua raiz etimológica entre osgregos e os romanos, e que, ao longodos séculos, passou por importantesmodificações até se tornar, na modernidade,“ciência do Estado”, “doutrinado Estado”, “ciência Política”, “filosofiapolítica” e a inserção do homem nessarealidade. A política diz respeito àsrelações sociais dentro da sociedade,dirigindo-as a um fim comum. Para comandaressas relações, surgiu a instituiçãochamada Estado. Na modernidade,a ciência política adquiriu sua autonomiae, em especial com Maquiavel, tantoa política como o indivíduo adquiriramuma valor maior do que em outrasépocas. Weber faz emergir o homempolítico como alguém que se apaixona,luta, tem um princípio de responsabilidade,de pensar as consequências dospróprios atos. Ele libera o cientista parapensar os padrões científicos, a fim deevitar que sua investigação seja parcial.Com o pensamento weberiano, a políticaé o desenvolvimento da capacidadede ponderar, de manter o equilíbrio; é oque leva o ser humano à sua condiçãode pertencer, o que caracteriza o serhumano como sujeito em ação, comoser político.

Referências

ARENDT, H. O que é política? Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

ARISTÓTELES. Dos argumentos sofísticos. In: Os Pensadores. São Paulo: Abril, 1973.

______. A política. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1978.

BOBBIO, Norberto. Estado, governo, sociedade: para uma teoria geral da política. 12. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

______. Direita e esquerda - as razões e significados de uma distinção política. São Paulo: Unesp, 2001.

______. Ensaios sobre Gramsci e o conceito de sociedade civil. 2. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

______. Estudos sobre Hegel – direito, sociedade civil, Estado. 2. ed. São Paulo: Brasiliense- Unesp, 1995. ______. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

______. Locke e o direito natural. 2. ed.. Brasília: UnB, 1997.

______. Liberalismo e democracia. 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 2000.

CAETANO, Marcello. Manual de Ciência Política e Direito Constitucional. 6. ed. Portugal: Livraria Almedina Coimbra, 1998.

CHÂTELET, F. Histórias das idéias políticas. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 1994.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de teoria geral do Estado. São Paulo: Saraiva, 2002.

DURKHEIM, E. Lições de Sociologia. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

FAYT, Carlos S. Teoria de la politica. Buenos Ayres: Abeledo Perrot, 1990.

HEGEL, G.F.W. Princípios da Filosofia do Direito. 4. ed. Lisboa: Guimarães Editora, 1990.

______. Filosofia da História. Brasília: UNB, 1999.

HOBBES, Thomas. Leviatã: ou matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. São Paulo: Martin Claret, 2005.

HOBSBAWM, E. O novo século. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

JAEGER, Werner. Paidéia - a formação do homem grego. 3. ed. Trad. Artur M. Parreira. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

KELSEN, Hans. Teoria Geral do Direito e do Estado. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

LOCKE, J. Dois tratados sobre o governo. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

MALUF, Sahid. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Saraiva, 1998 .

MAQUIAVEL, Nicolau. O príncipe. São Paulo: Cultvox, 1988.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. São Paulo: Martins Fontes, 1977.

MINOGUE, Kenneth. Política - uma brevíssima introdução. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

SKINNER, Quentin. As fundações do pensamento político moderno. São Paulo: Schwarcz, 2000.

TAVARES, José Nilo. Conciliação e radicalização política no Brasil. Rio de Janeiro: Vozes, 1992.

TOFFLER, Alvim. Powershift - a mudança do poder. Rio de Janeiro: Record, 1990.

WEBER, Max. Ciência e política. Duas Vocações. São Paulo: Cultrix, 2002.

______. Economía y Sociedad I. México/Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 1964.

Publicado
2016-03-17
Como Citar
Borges, P. P. (2016). O homem como ser político: ensaio. Multitemas. https://doi.org/10.20435/multi.v0i0.671
Seção
Artigos