Plantios comerciais de <em>Tectona grandis</em> L.f. no Brasil

  • Henrique Figueiredo da Rocha Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, MT
  • Fernanda Viana Silva Leonardo Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, MT
  • Aylson Costa Oliveira Departamento de Engenharia Florestal, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, MT
Palavras-chave: teca, silvicultura, Lamiaceae

Resumo

A Tectona grandis, pertencente à família botânica Lamiaceae, antiga Verbenaceae, é uma espécie exótica de origem asiática, introduzida no Brasil, com primeiro plantio comercial realizado em 1971, apresentando uma redução considerável na duração do seu ciclo produtivo. Possuindo alto valor agregado no mercado internacional, a teca vem se destacando no setor florestal brasileiro, principalmente nos estados de Mato Grosso, Rondônia e Pará, com aumento de área produtiva, tanto em monoculturas como em sistemas integrados. Com utilização nos mais diversos fins, como decoração e indústria naval, ainda utiliza-se de conhecimentos e técnicas de cultivos provenientes de outras espécies aplicadas à T. grandis em plantios comerciais.

 

 

 

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRODUTORES DE FLORESTAS PLANTADAS – ABRAF. Anuário estatístico da ABRAF 2008 ano base 2007. Brasília: ABRAF, 2008. 87 p.

______. Anuário estatístico ABRAF 2013 ano base 2012. Brasília: ABRAF, 2013. 148 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MADEIRA PROCESSADA ­MECANICAMENTE – ABIMCI. Preservação de madeira. In: FÓRUM NACIONAL DAS ATIVIDADES DE BASE FLORESTAL, 2004. Artigo Técnico n. 17, 4 p. Disponível em: <www.abimci.com.br/index.php?option=com_docman...>. Acesso em: 08 jan. 2015.

BEZERRA, A. F.; MILAGRES, F. R.; SILVA, M. L.; LEITE, H. G. Análise de viabilidade de povoamento de Tectona grandis submetidos a desbastes no Mato Grosso. Cerne, Lavras, v. 17, n. 4, p. 583-593, 2011.

CÁCERES FLORESTAL. Manual do cultivo da teca, 2006. Disponível em: <http://www.caceresflorestal.com.br/Manual_do_cultivo_da_teca-Caceres_Florestal.pdf>. Acesso em: 03 abr. 2015.

CALDEIRA, S. F.; OLIVEIRA, D. L. C. Desbaste seletivo em povoamentos de ­Tectona grandis com diferentes idades. Acta Amazonica, v. 38, n. 2, p. 223-228, 2008.

CAMINO, R.; MORALES, J. P. Las plantaciones de teca en América Latina: mitos y realidades. Turrialba: CATIE, 2013. 392 p. (Série técnica: Informe técnico, 397).

CARDOSO, N. S. Caracterização da estrutura anatômica da madeira, fenologia e relações com a atividade cambial de árvores de teca (Tectona grandis) – Verbenaceae. 1991. 117f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Universidade de São Paulo, Piracicaba.

CHAGAS, S. F; EVANGELISTA, W. V; SILVA, J. C; CARVALHO, A. M. L. Propriedades da madeira de teca de diferentes idades e oriundas de desbaste. Ciência da Madeira (Brazilian Journal of Wood Science), Pelotas, v. 5, n. 2, p. 138-150, 2014.

COSTA, R. B.; ARRUDA, E. J.; OLIVEIRA, L. C. S. Sistemas agrossilvipastoris como alternativa sustentável para a agricultura familiar. Interações - Revista Internacional de Desenvolvimento Local, Campo Grande, MS, v. 3, n. 5, p. 25-32, 2002.

COSTA, R. B.; RESENDE, M. D. V.; SILVA, V. S. M. Experimentação e seleção no melhoramento genético de TECA (Tectona grandis L.f.). Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 14, n. 1, p. 76-92, 2007.

DABRAL, S. L. Extraction of teak seeds from fruits, their storage and germination. Dhera Dun, Índia: Indian Forest, 1967. 658 p. v. 102.

DIAS, J. R. M.; CAPRONI, A. L.; WADT, P. G. S.; SILVA, L. M.; TAVELLA. L. B.; OLIVEIRA, J. P. Quebra de dormência em diásporos de teca (Tectona grandis L.f.). Acta Amazonica, Manaus, v. 39, n. 3, p. 549-554, 2009.

FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO ESTADO DE MATO GROSSO -FAMATO. Diagnóstico de florestas plantadas do estado de Mato Grosso. Cuiabá: FAMATO, 2013. 106 p.

FIGUEIREDO, E. O. Teca (Tectona grandis L.f.): produção de mudas tipo toco. Rio Branco: Embrapa Acre, 2005, 22 p. (Série Embrapa Acre, Documentos, 101).

______. Reflorestamento com Teca (Tectona grandis L. f.) no estado do Acre. Rio Branco: Embrapa Acre, 2001. 28 p. (Série Embrapa Acre, Documentos, 65).

FIGUEIREDO, E. O.; OLIVEIRA, L., C. de; BARBOSA, L. K. F. Teca (Tectona grandis L. f.): principais perguntas do futuro empreendedor florestal. Rio Branco: Embrapa Acre, 2005. p. 87. (Série Embrapa Acre, Documentos, 97).

GALLOWAY, G.; UGALDE, L.; VÁSQUEZ, W. Importance of density reductions in tropical plantations: Experiences in Central America. Forests, Trees and Livelihoods, v. 11, n. 3, p. 217-232, 2001.

GARCIA, M. L. Intensidade de desbaste em um povoamento de Tectona grandis L.f. no município de Sinop-MT. 2006. 44 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) – Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá.

GONZÁLEZ, W. F. Manual para productores de teca (Tectona grandis L. f) en Costa Rica. Heredia: Costa Rica, 121 p., 2004.

HERRERA, B.; ALVARADO, A. Calidad de sitio y factores ambientales em bosques de centro America. Agronomía Costarricense, San José, v. 22, n. 1, p. 99-117, 1998.

INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS – IPT. Informações sobre madeiras - Teca. On line. São Paulo, SP. 2010. Disponível em: <http://www.ipt.br/informacoes_madeiras/78.htm>. Acesso em: 20 fev. 2015.

KRISHNAPILLAY, B. Silviculture and management of teak plantations. Unasylva, v. 51, n. 201, p. 14–21, 2000.

LIMA, I. L.; GARCIA, R.; LONGUI, E. L.; FLORSHEIM, S. M. B. Dimensões anatômicas da madeira de Tectona grandis Linn. em função do espaçamento e da posição radial do tronco. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 39, n. 89, p. 61-69, 2011a.

LIMA, I. L.; PIMENTEL, M. M.; GARCIA, J. N. Propriedades mecânicas e densidade aparente da madeira de Tectona grandis Linn. F. (Teca) em função do Espaçamento e da posição radial na tora. Silva Lusitana, Portugal. v. 19, n. 2, p. 221-232, 2011b.

LIMA. I. L.; FLORSHEIM, S. M. B.; LONGUI, E. L. Influência do espaçamento em algumas propriedades físicas da madeira de Tectona grandis Linn. f. Cerne, Lavras, MG, v. 15, n. 2, p. 244-250, 2009.

LOPES, A. S; GUILHERME, L. A. G. Solos sob cerrado: manejo da fertilidade para a produção agropecuária. São Paulo: ANDA, 1994. 62p. (Boletim ­Técnico, 5).

LORENZI, H.; DE SOUZA, H. M.; TORRES, M. A. V.; BACHER, L. B. Árvores exóticas no Brasil: madeiras, ornamentais e aromáticas. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2003. 368 p.

MACEDO, R. L. G.; GOMES, J. E.; VENTURIN, N.; SALGADO, B. G. Desenvolvimento inicial de Tectona grandis L.f. (teca) em diferentes espaçamentos no município de Paracatu, MG. Cerne, Lavras, v. 11, n. 1, p. 61-69, 2005.

MANESCHY, R. Q.; SANTANA, A. C.; VEIGA, J. B. Variabilidade econômica de sistemas silvipastoris com Schizolobium parahyba var. amazonicum e Tectona grandis no Pará. Pesquisa Florestal Brasileira - PFB, Colombo, n. 60, Edição Especial, p. 49-56, 2009.

MIRANDA, M. C. Caracterização morfológica e avaliação de desenvolvimento inicial de clones de teca (Tectona grandis L.f.). 2013, 71f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá.

MOTTA, J. O. Propriedades tecnológicas da madeira de Tectona grandis L.f. proveniente do Vale do Rio Doce, Minas Gerais. 2011, 113f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais na Área de Concentração Ciências Florestais) Universidade Federal do Espirito Santo, Jerônimo.

MOTTA, J. P.; OLIVEIRA, J. T. S.; PAES, J. B.; ALVES, R. C.; DAMBROZ, G. B. V. Resistência natural da madeira de Tectona grandis em ensaio de laboratório. Ciência Rural, Santa Maria, v. 43, n. 8, p. 1393-1398, 2013.

MUNSEL, A.H. Munsel book of color: definging, explaining and ilustrating the fundamental characteristis of color. Munsel Color Company. Baltimor, 1957.

ORGANIZACIÓN DE LAS NACIONES UNIDAS PARA LA ALIMENTACIÓN Y LA AGRICULTURA - FAO. Efecto de la reforestación con especies nativas sobre la recuperación de bosques secos en Costa Rica. 2003. v. 12, p. 64 . Disponível em: <http://www.fao.org/docrep/article/wfc/xii/0279-b3.htm >. Acesso em: 27 nov. 2014.

______. Eleccion de species arbóreas para plantacions. Roma: FAO, 1959. 375 p. (Cuaderno de fomento forestal, 13).

PELISSARI, A. L.; CALDEIRA, S. F.; DRESCHER, R. Desenvolvimento quantitativo de qualitativo de Tectona grandis L.f. em Mato Grosso. Floresta e Ambiente, Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, p. 371-383, 2013.

PELISSARI, A. L.; GUIMARÃES, P. P.; BEHILING A.; EBLING A. A. Cultivo da teca: Características da espécie para implantação e condução de povoamentos florestais. Agrarian Academy, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v. 1, n. 1, 128 p. 2014.

PELISSARI, A. L; Silvicultura de precisão aplicada ao desenvolvimento de Tectona grandis L.f. na região sul do Mato Grosso. Cuiabá, 2012, 78 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá.

PEREZ, D.; KANNINEN, M. Stand growth scenarios for Tectona grandis plantations in Costa Rica. Forest Ecology and Management, v. 210, p. 425-441, 2005.

PINTO, M. L; Propriedades e características da madeira de teca (Tectona grandis) em função da idade. 2007, 124f. Tese (Doutorado em Construção Civil) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

REVISTA DA MADEIRA - REMADE. Melhoramento genético e clonagem da teca, n. 118, 2009. Disponível em: <http://www.remade.com.br/br/revistadamadeira_materia.php?num=1367&subject=E%20mais&title=Melhoramento%20Gen%E9tico%20e%20Clonagem%20da%20Teca>. Acesso em: 20 fev. 2015.

RONDON NETO, R. M.; MACEDO, R. L. G.; TSUKAMOTO FILHO, A. A. Formação de povoamentos florestais com Tectona grandis L.f. (Teca). Boletim Técnico – Série Extensão, Campinas, v. 7, n. 33, p. 1-29, 1998.

SANTOS, A. C. V. Produção de mudas florestais SBS. SBS. Fatos e números do Brasil florestal, São Paulo, p. 95, 2008.

SHIMIZU, J. Y.; KLEIN, H.; OLIVEIRA, J. R. V. Diagnóstico das plantações florestais em Mato Grosso. Cuiabá: Central de Texto, 2007. 63 p.

TONINI, H.; COSTA, M. C. G.; SCHWENGBER, L. A. M. Crescimento da teca (Tectona grandis) em reflorestamento na Amazônia Stentrional. Pesquisa Florestal Brasileira – PFB, v. 59, n. 5, p. 5-14, 2009.

TRAZZI, A. P.; WINCKLER, V. M.; RIBEIRO, R. P.; OLIVEIRA, E. G.; Substrato de origem orgânica para produção de mudas de teca (Tectona grandis Linn f.). Ciência Florestal, Santa Maria, v. 41, n. 97, p. 39-46, 2013.

TROPICOS. Missouri Botanical Garden. Disponível em: <http://www.tropicos.org>. Acesso em: 06 nov. 2014.

TSUKAMOTO FILHO, A. A.; SILVA, M. C.; COUTO, L.; MULLER, M. D. Análise econômica de um plantio de teca submetido a desbastes. Árvore, v. 27, n. 4, p. 487-494, 2003.

VIEIRA, A. H.; ROCHA, R. B.; LOCATELLI, M.; BENTES-GAMA, M. M. Influência da desrama artificial sobre o crescimento da teca (Tectona grandis) no estado de Rondônia. EMBRAPA - Circular Técnica 114, 2010.

Publicado
2015-11-25