Luzes do Cerrado: Natal iluminado em São Gabriel do Oeste, MS - uma proposta de desenvolvimento sustentável

  • Antonio Dorsa
Palavras-chave: Desenvolvimento local sociedade sustentável sensibilidade

Resumo

Analisa-se no presente artigo, as contribuições do Projeto Luzes do Cerrado na cidade de São Gabriel do Oeste em  Mato Grosso do Sul. Nesse trabalho, ressalta-se a importância de centralizar a sustentabilidade cultural, turística e econômica da região como premissa para o desenvolvimento local, vislumbrando nas pessoas da comunidade sul-mato-grossense como principais atores no projeto. Objetiva-se contribuir com ações potencializadores locais podem ser consideradas fontes de desenvolvimento sustentável de uma forma holística, ou seja: cultura, social, ecológica e econômica.

O referido projeto a ser focalizado é um evento criado em 2007, pela Fundação Cultural (FUNGAB) e Secretaria de Educação Municipal, e contando desde início com parcerias efetivas de associações, igrejas, escolas, enfim de uma parcela importante da comunidade, como proposta de potencialização turística, valorização da cultura regional, da gatronomia e do artesanato locais, na realização das festas natalina. A investigação define-se como uma pesquisa qualitativa e em seus procedimentos técnicos foram utilizadas pesquisas bibliográficas, entrevistas abertas semi-estruturadas e documentais. Tem-se como questão norteadora ações públicas podem sensibilizar ações comunitárias voltadas à sustentabilidade na contemporaneidade e em resultados positivos.

Neste sentido, a pesquisa  se embasou em fontes bibliográficas especializadas sobre temática, no intento de trazer à  reflexão alguns conceitos fundamentais sobre desenvolvimento sustentável e sustentabilidade. Conclui-se afirmando que o evento cria estratégias de interação da comunidade firma-se como uma iniciativa exemplar de sustentabilidade, volorizando a consciência cidadã e a solidariedade.

 

Referências

ALBUQUERQUE, Francisco. Desenvolvimento econômico local. Rio de Janeiro: BNDES, 2001.

BARROS, Márcio Júnior Benassuly. Mineração, finanças públicas e desenvol­vimento local no município deBarcarena-PA. Dissertação (Mestrado)- Universidade Federal do Pará. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, 2009. Disponível em: <http://www.ufpa.br/ppgeo/documentos/marciobenassuly.pdf>.

BUARQUE, Sergio C. Construindo o desenvolvimento local sustentável. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.

CRUZ, Francisca de Oliveira. Reflexões sobre a sustentabilidade social, cultural e ambiental das atividades turísticas no Brasil. ln: CONGRESO INTERNACIONAL DEL CLAD SOBRE LA REFORMA DEL ESTADO Y DE LA ADMINISTRACIÓN PÚBLICA, 7., Lisboa, Portugal, 8-11 out. 2002.

DEMO, Pedro. Participação é conquista: noções de política social participativa. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1993.

FRANÇA FILHO, Genauto Carvalho; LAVILLE, Jean-Louis. Economia solidária: uma abordagem internacional. Porto Alegre: UFRGS, 2004. 199 p.

FONTES, Ângela, VELLOSO Maria, DIOGO Pedro. A estratégia de desenvol­vimento local proposta pelo Programa Comunidade Ativa: potencialidades e entraves do DLIS. Rio de Janeiro, 2002. Disponível em: <http://www.eclac. org/mujer/curso/fontes.pdf>.

GIDDENS, Anthony. Sociología. Madrid: Alianza, 1994.

JACOBI, Pedro. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Caderno de Pesquisa, n. 118, p. 189-206, mar. 2003.

______ . Poder local, políticas sociais e sustentabilidade. Saúde e Sociedade, v. 8, n. 1, p. 31-48, 1999. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/sausoc/ v8n 1/04. pdf>.

______. Descentralização municipal e a participação dos cidadãos: apontamentos para o debate. Revista Lua Nova, São Paulo, CEDEC, n. 20, 1990.

KLEINMAYER, Luiz Augusto Martins. A participação dos atores locais no processo de desenvolvimento local sustentável do município de Balneário Piçarras-SC. Dissertação (Mestrado Acadêmico Multidisciplinar em Organiza­ções e Desenvolvimento) - FAE Centro Universitário, Curitiba, 2009.

KNOPP, Glauco da Costa. Cultura e desenvolvimento local: um estudo do programa bairro-escola na cidade de Nova Iguaçu. 2008. 159 f. Mestrado (Ad­ministração Pública) - ESCOLA BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS (EBAPE), Rio de Janeiro, 2008. Disponível em: <http:// virtualbib.fgv.br/dspace/handle/10438/3304>.

ORTIZ, Renato. Cultura e desenvolvimento. ln: CAMPUS EUROAMERICANO DE COOPERAÇÃO CULTURAL, 5., 2007, Almada, Portugal.

PÁDUA, Suzana Machado; TABANEZ, Marlene Francisca (Orgs.). Educação ambiental: caminhos trilhados no Brasil. São Paulo: lpê, 1998.

RATTNER, Henrique. Sustentabilidade - uma visão humanista. Ambiente e sociedade, Campinas, n. 5, jul./dez. 1999. Disponível em: <http://www.scielo. br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S 1414-753Xl 999000200020&lng=p t&nrm = iso >.

RElGOTA, Marcos. Desafios à educação ambiental escolar. ln: JACOBI, Pedro et al. (Org.). Educação, meio ambiente e cidadania: reflexões e experiências. São Paulo: SMA, 1998. p. 43-50.

SACHS, lgnach. Estratégias de transição para o séc. XXI: desenvolvimento e meio ambiente. São Paulo: Nobel/ Fundap, 1993.

SANTOS, Milton. Por uma Geografia nova. São Paulo: Hucitec-Edusp, 1978.

SANTOS, José Lázaro de Carvalho. Planejando o desenvolvimento local sustentável, 2007. Disponível em: <http://sburbanismo.vilabol.uol.com.br/ artigo_ desust.htm# _ftn 1 >.

TAUK SANTOS, Maria Salett. Globalização e práticas culturais: o local enquanto espaço de (re)construção da cidadania. ln: ÇOLLOQUE FRANCO BRÉSILIEN FCIC/lNTERCOM, 4., 1996. Anais... Grenoble: Université Stendhal, 1996.

VALE, Glaucia Maria Vasconcelos. Territórios vitoriosos: o papel das redes organizacionais. Rio de Janeiro: SEBRAE/Garamond, 2007.

Publicado
2016-03-10
Como Citar
Dorsa, A. (2016). Luzes do Cerrado: Natal iluminado em São Gabriel do Oeste, MS - uma proposta de desenvolvimento sustentável. Multitemas, (40). Recuperado de https://multitemas.ucdb.br/multitemas/article/view/653
Seção
Artigos