Protocolo de Quioto e o Mercado de Carbono

  • Simone Maria Moura Mesquita
  • Paula Cândida Barbosa Mendes
Palavras-chave: Protocolo de Quioto mecanismos de flexibilização créditos de Carbono

Resumo

Esse texto aborda os problemas referentesàs mudanças climáticas, taiscomo, aquecimento global e efeitoestufa. O Protocolo de Quioto - PQaparece como um acordo entre váriospaíses buscando a minimizaçãoem relação à emissão dos Gases deEfeito Estufa – GEE na atmosfera, osquais são os responsáveis pela atualsituação das alterações climáticas.Para facilitar a implementação doPQ, foram estabelecidos três mecanismosde flexibilização, são eles, oMecanismo de Desenvolvimento Limpo(MDL), a Implementação Conjuntae o Comércio de Emissões, os quaispossibilitam a criação de um mercadode carbono. Para tanto, realizou-seuma pesquisa bibliográfica pertinenteao tema.

Referências

ASSUNÇÃO, Lucas; GARCIA. Beatriz. As implicações de comércio e investimento do Protocolo de Quioto. Pobreza e Meio Ambiente no Trópico Úmido (POEMATROPIC). Desenvolvimento humano e meio ambiente na Amazônia, Belém, n. 11, p. 18-23, jan./jun. 2003.

COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO - CMMAD. Nosso futuro comum. 19. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1988.

DESENVOLVIMENTO: logística, caminho para ampliar a competitividade. Economia e Desenvolvimento, Goiás, ano 8, n. 24, p. 75-78, nov./dez. 2006.

EUGUREN, Lorenzo. El mercado de carbono en América Latina y el Caribe: balance y perspectivas. Medio ambiente y desarrollo. División de Desarrollo Sostenible y Asentamientos Humanos. Comisión Económica de América Latina y el Caribe (CEPAL). Naciones Unidas. Santiago de Chile, marzo de 2004.

GIBBS, Wayt. A escolha das prioridades. Scientific American, Brasil, ano 4, n. 41, p. 100-107, out. 2005.

LOVINS, Amory. Mais lucro com menos carbono. Scientific American, Brasil, ano 4, n. 41, p. 66-75, out. 2005. MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Protocolo de Quioto à Convenção Quadro das Nações Unidas: O Brasil e a Convenção – Quadro das Nações Unidas, 2005-2006.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE – MMA. Informma. Especial Protocolo de Quioto. Fev. 2005.

______. Bosque comemora a entrada em vigor do Protocolo de Quioto. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura =45>. Acesso em: 26 abr. 2006.

MOTTA, Ronaldo Seroa da; FERRAZ, Cláudio; YOUNG, Carlos E. F.; AUSTIN, Duncan; FAETH, Paul. O mecanismo de desenvolvimento limpo e o financiamento do desenvolvimento sustentável no Brasil. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Aplicada – IPEA, set. 2000.

NEIVA, Álvaro. Protocolo de Quioto: mundo começa a agir contra o efeito estufa. Ecologia e Desenvolvimento, Brasil, ano 14, n. 112, p. 20-29, maio 2005.

NISHI, Marcos Hiroshi; JACOVINE, Laércio Antônio Gonçalves; SILVA, Márcio Lopes; VALVERDE, Sebastião Renato; NOGUEIRA, Haroldo de Paiva; ALVARENGA, Antônio de Pádua. Influência dos créditos de carbono na viabilidade financeira de três projetos florestais. Revista Árvore, Viçosa, v. 29, n. 2, p. 263- 270, 2005.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU. Protocolo vai exigir passos adicionais. Disponível em: <http://www.onu-brasil.org.br/view_news. php?id=1846>. Acesso em: 20 dez. 2006.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O MEIO AMBIENTE (PNUMA). A produção mais limpa e o consumo sustentável na América Latina e Caribe. Governo do Estado de São Paulo, Secretaria do Meio Ambiente. Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental (CETESB), 2004.

VILLELA, Rubens Junqueira. Furacões e aquecimento global. Scientific American, Brasil, ano 4, n. 41, p. 11, out. 2005.

Publicado
2016-03-17
Como Citar
Moura Mesquita, S. M., & Barbosa Mendes, P. C. (2016). Protocolo de Quioto e o Mercado de Carbono. Multitemas. https://doi.org/10.20435/multi.v0i0.672
Seção
Artigos